Céu de Sevilha, Espanha

Eu sempre digo que viajei sozinha por 4 anos mas a verdade é que eu só estive realmente sozinha quando eu escolhi. (Coisa que vai te deixar louco mas que vai te ensinar a ser feliz, mas isso é história pra outro conto)

Fazer amizade enquanto se esta viajando sozinha é super fácil. Todo mundo ali quer fazer amigos, então é só ir pra sala e literalmente sorrir pra qualquer pessoa e falar oi. Pronto, vc fez uma nova amizade!

É claro, vc sempre vai ter que responder aquelas mesmas perguntas de sempre.
Da onde vc é?
A quanto tempo ta viajando?
Já visitou x, ou y? e blablabla

E as vezes da erro sabe, tipo vc vai virar amigo de um ser estranho que vai te levar pra comer chocolate na casa da avó aonde ngm ali fala a mesma a língua e vc não sabe o que fazer além de sorrir e acenar. Mas de novo isso é história pra outro conto.

Mas continuando, na sala comum eu me convidei pra jogar um jogo estranho de baralho, como eu não sabia jogar, o povo se divertiu ganhando de mim, a gente virou amigos e acabou que eles mudaram todo meu roteiro.
Veja bem, eu não estava em Sevilha para turistar, tava pra saltar de paraquedas e trabalhar. Não ia ficar por muito tempo, mas acabou que tava tão legal que acabou virando, saltar de paraquedas, beber cerveja, jogar baralho e de vez em quando trabalhar. E em um dos dias que eu decidi que eu realmente ia trabalhar, os amigos se cansaram de me ver sentada na frente do computador e me obrigaram a ganhar um passeio de graça por toda a cidade na “charrete” de bicicleta que eles trabalhavam! Uma petulância sem tamanho! Eu querendo trabalhar e as pessoas me obrigando a me divertir!

E olha que céu feio que eu fui obrigada à assistir! Um ultraje!


✉️ Quer receber mais histórias de viagem no seu e-mail?
Se inscreva aqui

Contribua com o meio ambiente

  • Leve seu lixo
  • Recolha lixo se for possível
  • PRESERVE SEMPRE A NATUREZA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *