Céu de Montserrat, Barcelona, Espanha

E uma das coisas que eu mais sinto falta sem sentir nem um pouco de falta é viajar dormindo na barraca.

Hoje, depois de viajar por 4 anos penso, dormir no chão duro, ter que carregar minha barraca toda hora, ela ocupa espaço, é pesada, tem que montar e desmontar toda hora, mal cabe eu dentro, não tem banheiro (naturezaaaaaa), e por ai vai.

Mas na real, quando eu estava em Montserrat eu ainda não me sentia assim, eu tava amando a aventura, ali no topo da montanha perto de Barcelona, meu momento favorito era acordar de manhã, abrir a barraca e dar de cara com essa vista!

Mano, meus dias lá se resumiam em acordar, assistir o nascer do sol, ir escalar, trabalhar um pouco, e ir beber!
Mano não há chão duro que te tire a felicidade.
Ainda mais pq consegui um colchão emprestado! Feliz da vida, tava preparando pra ir colocar ele na barraca quando me começa a cair um toró! Meus querido um toró que começou a molhar tudo dentro da minha barraca!

Chão duro e molhado é pedir demais, até pra quem ainda ta toda iludida achando que da pra viver assim. Brava e revoltada com a petulância do tempo, desmontei minha barraca e fui me embora!


✉️ Quer receber mais histórias de viagem no seu e-mail?
Se inscreva aqui

Contribua com o meio ambiente

  • Leve seu lixo
  • Recolha lixo se for possível
  • PRESERVE SEMPRE A NATUREZA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *