Céu de Dambulla, Sri Lanka

Um dos meus pontos turísticos favoritos de Sri Lanka, é em Dambulla, o monte Pidurangala.
Repete três vezes.
Agora aumenta a velocidade.
Pidurangala. Pidurangala. Pidurangala. 🤦🏽‍♀️ 

Mas então, o caminho até aqui não é muito difícil. É uma caminhada até a beira da montanha que inclui: natureza, lago e crocodilos no lago 🤷🏽‍♀️ Uma subidinha de mais ou menos 30 minutos, uma pequena escaladinha (bem fácil) no final e buuum! Toma uma paisagem bonita na sua cara! 😮😍

E não para por aí, se você der uma voltinha por ali, você encontra um platozão que dá pra ver 360 da natureza, que é ridícula de linda.

O que eu não acho que as pessoas que estavam visitando naquele momento repararam.

Eu não entendo muito as pessoas. Eu quando tô nesses lugares sinto uma vontade enorme de sentar e desenhar as coisas na minha cabeça, tipo desenhar a paisagem como uma forma de admirar a riqueza dos detalhes e memorizar a cena, levando um pouco daquele lugar comigo para sempre. Na minha cabeça eu to olhando pra uma p*** de uma pintura maravilhosa.

Mas ok, essa parte do desenho eu entendo que é uma coisa muito minha, eu entendo que as pessoas pensam diferente, mas mano, eu ali sentada memorizando cada curva não pude deixar de reparar quando as pessoas chegavam, tiravam foto, olhavam por dois segundos e iam pro próximo ponto.

Eu olhando por mais de 15 minutos pro negócio e sentindo que não conseguia absorver o suficiente e o pessoal mal olhando e já partindo pra próxima.

E não é só isso. E o sentir? Tipo, sentir, sentir mesmo, qualquer coisa, mas apenas sentir. Eu acredito que a gente é natureza, fazemos parte, e sei lá, ali eu sinto como se meu corpo entrasse em sintonia e conversasse a mesma língua que a natureza ao meu redor.

Eu sei, é viagem. Mas é a minha viagem, e eu adoro demais sentir isso. E vendo o pessoal nem ligar pra nada disso é meio estranho

O ponto é, vale mesmo a pena fazer toda essa viagem, pra chegar lá, tirar uma foto e passar pro próximo ponto?

Veja bem, não to falando pra não tirar foto, eu adoro fotos! Mas um não exclui o outro. Não seria muito mais vantajoso, chegar lá, apreciar, viajar na paisagem, curtir o momento, se deixar viajar nas coisas, tirar uma foto e aí passar pro próximo?


✉️ Quer receber mais histórias de viagem no seu e-mail?
Se inscreva aqui

Contribua com o meio ambiente

  • Leve seu lixo
  • Recolha lixo se for possível
  • PRESERVE SEMPRE A NATUREZA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *